Portada del sitio > Documentos > "Galiza vencerá!", de Maurício Castro

Diário Liberdade / Primeira Linha, 27 Novembro 2012

"Galiza vencerá!", de Maurício Castro

Jueves 29 de noviembre de 2012, por Redacción

Desde hoje, a ediçom online do livro Galiza vencerá!, 28 textos sobre língua e construçom nacional publicados na imprensa galega (1999-2009)’, está disponível em formato de fácil leitura e para descarga, nos dous casos de forma gratuita. A obra foi publicada em ediçom impressa no ano 2009 pola Abrente Editora, achando-se na atualidade esgotada, daí que seja umha boa notícia a sua disponibilidade de forma gratuita na internet.

Galiza vencerá!’ é umha colectánea de 28 artigos de imprensa da autoria de Maurício Castro, publicados entre os anos 1999 e 2009 em meios impressos e digitais galegos, como A Nosa Terra, Vieiros, Novas da galiza, Abrente e Portal Galego da Língua, entre outros.

Através das suas páginas, o autor trata de maneira divulgativa temas relacionados com a atualidade sociolingüística e da problemática nacional galega durante a primeira década do século XXI, o que o torna umha leitura recomendável para entender a situaçom social atual da nossa língua.

A perspetiva assumida polo autor, militante da esquerda independentista galega, parte da defesa da unidade lingüística galego-luso-brasileira, assim como a plena recuperaçom do galego como língua da Galiza, em linha com o melhor da tradiçom do soberanismo galego.

O volume é formado por pequenos artigos autónomos, o que torna fácil umha leitura discontínua dos diferentes textos. Neles, abordam-se temas como a unidade da língua, a padronizaçom, o estatuto legal, o bilingüismo, os preconceitos, o sexismo na linguagem e outros ingredientes do cocktail social existente na Galiza, fruto da imposiçom histórica e atual do espanhol sobre a língua própria da Galiza, o galego.

Convidamos, portanto, as pessoas que já lêrom o volume impresso a revisitá-lo agora online, e a quem nom tivo ocasiom de ter o volume nas maos, a lê-lo nesta ediçom digital que agora disponibilizamos na rede.

Primeira Linha, Diário Liberdade

(29 de noviembre de 2012)